domingo, 2 de março de 2014

Crise na Ucrânia pode forçar Inglaterra a ir a Guerra com a Rússia

Grã-Bretanha poderá ser obrigada a ir a guerra com a Rússia para parar "invasão" da Ucrânia

 Funcionários do governo em Kiev estão reivindicando que a Grã-Bretanha deve parar as tropas russas que atravessam as fronteiras da Ucrânia por causa de um acordo feito em 1994.

Por: Tom Rawle


David Cameron may be forced to stop Vladimir Putin 039 s intervention David Cameron pode ser forçado a parar a intervenção de Vladimir Putin [PA / EPA]
 


O memorando Budapest , assinado pela Grã-Bretanha, Ucrânia, Estados Unidos e Rússia, concordaram em defender a integridade territorial das fronteiras da Ucrânia.




Agora Ucrânia pede  que a Grã-Bretanha venha a manter sua parte no trato.


Artigo primeiro do acordo diz: "Os Estados Unidos da América, a Federação Russa, e d Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, reafirmam seu compromisso com a Ucrânia ... a respeitar a independência e soberania e as fronteiras existentes da Ucrânia. "

O convite vem depois de o governo russo aprovou por unanimidade o envio de tropas russas para a Criméia.



O primeiro-ministro David Cameron, alertou o presidente russo, Vladimir Putin, que "não há desculpa" para a intervenção militar.




Ele disse: "Todo mundo deve pensar cuidadosamente sobre as suas ações e trabalhar para baixo, não aumentar as tensões.


 "O mundo está assistindo."


edge, Ukrainian, borders Soldados russos estão aguardando ordens à beira da fronteira com a Ucrânia [REUTERS]

Os Estados Unidos da América, a Federação Russa, e do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, reafirmam seu compromisso com a Ucrânia
Artigo um do Memorando de Budapeste


Ucrânia acusa a Rússia de uma "invasão e ocupação militar" depois que as forças tinham tomado uma posição ofensiva perto de aeroportos principais.

Acredita-se que milhares de outros soldados estão à espera de ordens para fazer o seu caminho para Kiev.



Sir Tony Brenton, que era embaixador britânico de 2004 a 2008, disse que seria difícil para a Grã-Bretanha para evitar uma guerra com a Rússia, se eles atacam Ucrânia.


  Em uma entrevista à rádio BBC, ele disse: "Se de fato isso é uma invasão russa na Crimeia e se fizermos concluir o [Budapeste] Memorando seja juridicamente vinculativo, então é muito difícil evitar a conclusão de que nós estamos indo a uma guerra com a Rússia . "

William Hague, que manifestou sua preocupação com a escalada das tensões, disse que a Grã-Bretanha está disposta a trabalhar com a Ucrânia sobre o acordo.


Ele disse: "Eu disse ao ministro Lavrov que o Reino Unido apoia o pedido do governo ucraniano para consultas urgentes, de acordo com o 1994 Budapeste Memorando assinado pelo Reino Unido, EUA, Rússia e Ucrânia."


À medida que a crise se aprofunda, a Ucrânia tem chamado a OTAN para ajudar a proteger a sua soberania dos avanços de Vladimir Putin.
advances, Ukraine, Vladimir Putin Os manifestantes de fora da Casa Branca, em Washington DC querem intervenção dos EUA [AP]


Dr. Jonathan Eyal, diretor internacional think-tank de segurança  Real United Services Institute (RUSI) comparou mais recente movimento de Putin para a intervenção militar na Ucrânia do primeiro movimento de Adolf Hitler na Tchecoslováquia, em 1938, que levou à Segunda Guerra Mundial.

Ele rotulou-a "opção Sudetos" de Putin.


Hitler alegou que ele estava tentando ajudar a proteger a população de etnia-alemã na Tchecoslováquia e Dr. Eyal sente que Putin pode fazer o mesmo com étnico-russos no leste da Ucrânia.


  Ele disse: "Putin entende que a  Ucrânia nunca será parte da Rússia de novo, mas ele quer que a Ucrânia sempre esteja aolhar para a Rússia como um irmão mais velho.

" "A opção Sudetos não é sua prioridade, mas é a sua prioridade à prova de falhas." Ele não tem chance de se envolver com o oeste da Ucrânia, e no final do dia, a opção Sudetos permanece na parte de trás na mente da maioria dos líderes  russos . "



Foi o presidente Ronald Regan que nomeou a Rússia de "o império do mal" engraçado como coisa vira para fora, o que vai, volta, América, Reino Unido e a UE parecem pensar que eles são a força policial mundial `, bem aos gostos desses palhaços será a causa de grandes conflitos, ainda mais, e, possivelmente, a terceira e última guerra mundial!

express_logo

13 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Inglaterra detendo a Rússia? Só se for em algum vídeo-game.

    ResponderExcluir
  3. A coisa Ta ficando feia, quero ver EUA tomando partido.

    ResponderExcluir
  4. Inglaterra nao tem forca pra nada nem se preocupem

    ResponderExcluir
  5. Em junho se completa 100 anos da primeira guerra mundial e o homem ainda tem que aprender mais e mais.

    ResponderExcluir
  6. Vejo tudo isso como uma questão de ponto de vista. Para os EUA Cuba ,Afeganistão, Iraque, America latina, coreia, na verdade tudo que envolve poder, Eles vão querer intervir sobre o pretexto de liberdade. Liberdade de meter medo em todo o mundo.Eles falam de Hitler, mas não se lembram que explodiram o Japão e suas mulheres e crianças da maneira mais covarde possível.Nunca um pais foi tão militarista quanto os EUA. Seus porta aviões estão espalhados pelo mundo sobre pretexto de segurança mundial, com que direito?Países contrários ao modo de vida americano são isolados do resto do mundo considerados como países maus. ora países maus!O verdadeiro país mau nisso tudo nós sabemos. Vejo os EUA como se fosse uma criança rica e mimada, que tem os melhores brinquedos, mostra para todos, exibe-se, e não deixa ninguém brincar com eles.Nenhum poder será infinito se isolado, temos que dividir para viver melhor e em paz com todos.

    ResponderExcluir
  7. Os Estados Unidos como sempre Tentando contrabalancear o poder Russo na Europa e no mundo , a Ucrânia esta numa situação que quer ficar rica nas custas dos outros tirando proveito nos dois lados , mas estamos numa época de crise e o Jogo da Galinha aqui não funciona. Cabe a ela decidir o que quer porque com certeza não conseguira tirar proveito nos dois lados. Quando aos E.U.A que dizem ser são os defensores parem de envolver-se nos problemas dos outros durante anos vocês envolveram-se e patrocinaram guerras em África , América Latina e Ásia usando como palco para vossos ensaios militares , enganam o presente não a historia porque e se querem tanto apoiar a Ucrânia de dinheiro e financie o governo com os vossos fundos e deixem a Rússia usar os seus recursos como quiserem porque ninguém nunca foi para os E.U.A ditar regras , parece que vivemos num planeta onde os E.U.A são os presidentes da terra, querem por dedo em tudo estar em tudo com sinceridade os Estudos unidos e uma faca com dois Gumes hoje te ajuda amanha te mata só para maximizar os seu poder na esfera mundial e ameaçar os outros vindo com a quela imagem triste e hipócrita de dialogo. A Inglaterra nessa Historia e a mãe que não soube educar o filho

    ResponderExcluir
  8. Sinceramente, quem critica o EUA por ela intervir em conflitos de outros países não entendem que alguem tem de por ordem na casa.Vivemos num mundo globalizado, onde um problema la no oriente afeta aqui no ocidente. Ja foi a época que um conflito de dois paises so interessava a eles, pois todos os paises estão de alguma forma ligado um ao outro, principalmente economicamente.Até o Brasil que não tinha nada a ver com a segunda guerra mundial entrou na batalha, poderia bem dizer os críticos;O que o Brasil foi fazer na guerra dos outros? é claro, foi cumprir sua parte no acordo com os paises aliados.Nenhum pais hoje vive isolado, menos a china, Coreia do Norte.Os demais precisam um do outro para defender sua soberania.O que seria das crianças hoje no Brasil se não fosse o conselho tutelar e o estatuto da criança e adolecentes? e mesmo assim eles ainda sofrem as maldades daqueles que se acham no direito de castigá-los. Assim são as menores potencias, elas precisam daqueles que tem um maior poder para ajudá-los. Infelizmente ou felizmente o EUA é esse país que tem a coragem e a boa vontade de ajudar. É claro que tudo tem um preço, e, sinceramente, quem trabalha de graça num mundo capitalista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  9. USA e o policia do mundo, prefiro uma USA do que uma Russia a ser o policia do mundo. God bless America

    ResponderExcluir
  10. Você só pode tá de brincadeira,não! USA ajudando alguém? Meu! Eles dão com uma mão para retirar com as duas,são prepotentes,cruéis e covardes...Um país que tem a coragem de soltar 2 bombas atômicas contra o já entregue e derrotado Japão,só para dizer ao mundo quem é que manda;este país é covarde.Só batem em pequenos.Duvido muito que se meteram com uma potência nuclear feito a Rússia.Sabe porque? Eles não são idiotas,não vão correr o risco de ter seu país varrido do mapa pela mãe de todas as bombas atômicas.Sei que EUA hoje tem mais armas nucleares em comparação a Rússia,mas e dai! Quantidade neste ponto não conta,eles podem mais em quantidade.Podem ter armamento nuclear para destruir o planeta 16 vezes.Porém a Rússia tem para destruir 8 vezes. E você pensa que um povo orgulho feito os russos, vão aceitar se tornarem escravos do tio san? Tenha certeza, jamais isso ocorrerá...É aquele ditado, não criem problemas com quem não tem nada a perder,muito menos encurrale um animal feroz! Por fim;desenrolar dos fatos,Crimeia anexada a Russia, esta sofrerá algumas sanções,por 1 ano máximo, e ponto final. Europa é depende do gás e petróleo Russo, só farão tal sanção a Russia para o mundo não dizer que não fizeram nada.Isso se tais sanções acontecerem por 12 mses;e mais ,Ucrânia ainda será obrigada a manter boas relações com os russos,sabe porque?Além de serem totalmente dependentes do gás e petróleo Russo,estão devendo e muito aos mesmos.Açs.

    ResponderExcluir

Em observação... Adm.
Qualquer comentário que for ofensivo e de baixo calão, não será bem vindo neste espaço do blog.
O Blog se reserva no direito de filtrar ou excluir comentários ofensivos aos demais participantes.
Os comentários são livres, portanto não expressam necessariamente a opinião do blog.
Usem-no com sapiência, respeito com os demais e fiquem a vontade.
Admin- UND-HN